domingo, 2 de outubro de 2016

Cuidados ao se barbear

Quando o adolescente começa a se tornar adulto, acaba incorporando um novo ato na rotina do dia a dia: o barbear. Os pêlos faciais começam a aparecer e pegar a lâmina para se barbear será uma tarefa feita por muitos anos. Dependendo do desenvolvimento e da taxa hormonal, por volta dos 14 anos já começam a aparecer os primeiros de pêlos no rosto. Normalmente uma penugem clara surge no queixo ou na região do buço. Com o passar dos anos, essa penugem vai dando lugar ao pêlo propriamente dito, que é mais espesso e escuro. O homem acaba criando o hábito de retirar os pêlos, fazendo com que eles nasçam mais fortes e resistentes.

É preciso muito cuidado ao se barbear. A lâmina corta os pêlos, retirando a camada mais externa da pele, tornando a pele frágil e sensível. É muito comum o aparecimento de erupções cutâneas e de pequenas espinhas.



Nem todos os pêlos são iguais

Alguns homens sofrem com a chamada pseudofoliculite, ou popularmente denominados de pêlos encravados. Essa é uma anomalia que faz com que o pêlo cresça e se contorça, entrando novamente na pele. O aparecimento desse problema é comum em adolescentes de origem negra. A inflamação ocorre de 2 a 3 dias após o barbear e forma bolinhas vermelhas, extremamente doloridas, que podem inflamar. Para amenizar o problema, recomenda-se lavar a região com sabonetes bactericidas, evitando qualquer contaminação da pele.

Há certas regiões do rosto que são mais sensíveis, como o pescoço ou abaixo do maxilar. Essas áreas estão em contato direto com as golas das camisas e geralmente são úmidas. É preciso ter mais cuidado quando essas áreas forem barbeadas, pois elas são mais delicadas, fazendo com que a lâmina corte com mais facilidade.

Outro problema comum é a direção que os pêlos crescem. Assim como o couro cabeludo, os folículos onde está a barba não têm direção certa para crescer. Deve-se observar a direção que o pêlo cresce e passar a lâmina com muito cuidado no sentido contrário ao seu crescimento. É muito que as pessoas se cortem ao se barbear, geralmente causados pela grande quantidade de vezes que a lâmina passa no mesmo local. A pele também pode ficar irritada logo após a pessoa se barbear.

Existem várias formas de se barbear

A maioria dos homens se barbeia ao acordar, quando está se arrumando para ir ao trabalho. O ideal é fazer a barba após o banho, quando a pele está úmida e o rosto macio. Aparelhos de barbear (lâminas) podem ser encontrados em diversas formas e preços. Existem aqueles com cabo de borracha, para não deslizar. Alguns trazem limpadores, para retirar os pêlos cortados que ficam entre as lâminas, e até "fitas" de hidratação, que prometem hidratar a pele logo após a passagem da lâmina.

Para quem prefere fazer uso do barbeador elétrico, também há uma grande variedade deles. Dos que têm sistema de lubrificação automática (coloca-se um gel de barbear dentro do aparelho e ele espalha antes de passar a lâmina), até os mais comuns, onde as lâminas rotatórias aparam os pêlos bem rentes à pele. Existem ainda as lâminas antigas, ou navalhas.

O rosto também precisa de hidratação

Antes de começar o barbear, passe espuma em aerosol ou gel. Existem produtos modernos no mercado, alguns até específicos para peles mais sensíveis. Espalhe o produto por meio minuto antes de se barbear, lembrando que os movimentos de corte devem ser feitos em sentido contrário ao do crescimento dos pêlos. Barbear-se com água morna também ajuda, pois deixa o rosto mais relaxado.

Cada homem faz o seu "ritual do barbear", mas a seqüência mais comum é: bochechas, área dos lábios, queixo e, por último, pescoço. Não é preciso passar a lâmina várias vezes no mesmo lugar, pois isso só machuca a pele. É importante enxaguar bem o rosto depois de usar algum produto.


Após o processo de barbear, é fundamental uma boa hidratação da pele. Bálsamos e loções pós-barba ajudam na cicatrização de cortes e restabelecem a hidratação natural. Aplique uma camada uniforme do produto escolhido e massageie até a absorção completa. A maioria dos especialistas recomenda o uso de produtos que contenham substâncias como a alantoína (cicatrizante), vitamina E (previne envelhecimento precoce) e alfa bisabolol (calmante para a pele). Se tiver tempo disponível para o cuidado da pele, faça compressas com chá de camomila. A maioria dos dermatologistas sugere que o barbear seja feito com intervalos de um dia, deixando a pele descansar de um dia para o outro.

Para quem usa cavanhaque, barba fechada ou bigode, os cuidados também são fundamentais. Aparar os pêlos semanalmente, lavar bem o rosto e o pescoço e cuidar para que não apareçam inflamações nos pêlos. Qualquer dúvida sobre o assunto procure um dermatologista, que pode dar várias orientações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário